Vai uma vagem aí?

Share

Hoje vamos trazer um assunto muito interessante que foi ‘encomendado’ por uma leitora do blog: a vagem. Ela é consumida principalmente nas cidades do interior do país, e é muito plantada em quintais e chácaras, de fácil colheita. Nossa leitora disse que a consome todos os dias e gostaria de saber sobre suas propriedades.

A vagem é uma hortaliça oriunda da américa central, e, diferente do feijão e dos seus parentes mais próximos, ela é é colhida verde e consumida junto com a vagem e não somente as sementes. Ela possui muitos nutrientes e fibras. As variedades são muitas, sendo as mais comuns  a manteiga, a vagem comum e a vagem de metro.

As propriedades benéficas da vagem

A vagem possui quantidades significativas das vitaminas C, A e do complexo B, os minerais cálcio e fósforo que ajudam na formação de dentes e ossos, e o ferro que ajuda na formação do sangue. Também possui celulose que ajuda a estimular as funções instestinais, a digestão e a regeneração do sangue. Além disso possui carboidratos, mas não é calórica, possui cerca de 40 calorias a cada 100 gramas. Também ajuda a ativar os processos enzimáticos do corpo  e age como calmante.

Contém ácido fólico, muito importante para gestantes e a formação do bebê, é fornecedora de energia, evita constipação, é antioxidante graças a luteína e carotenóides, auxilia no funcionamento do sistema nervoso e prolonga a sensação de saciedade, ideal para regimes de emagrecimento.

Por não serem secas, como o feijão, o consumo da vagem não causa gases e é de fácil digestão.

A vagem nos tratamentos de diabetes e hipertensão

O chá da vagem pode ser um importante coadjuvante no tratamento de hipertensão e diabetes, estimulando a produção de insulina. Ele deve ser preparado fervendo 100 gramas do vegetal em meio litro de água por 5 minutos, e tomado três vezes ao dia, uma xícara cada vez.

Como consumir

As vagens devem ser consumidas cozidas, pois cruas possuem uma substância tóxica ao nosso organismo, sendo essa eliminada quando são cozidas.

Depois de lavá-las deve-se retirar o fio lateral com uma faca, cortando as duas extremidades e puxando de uma vez só. As sementes são consumidas também, por isso não é preciso abrir a vagem para retirá-las.

Os pratos mais comuns que utilizam essa leguminosa são sopas, saladas, ou simplesmente cozida no vapor.

Ao preparar sopas ou cozinhar a vagem com outros legumes, acrescente-a sempre por último, para que não fique muito tempo no fogo que a leva a ficar mole e perder grande parte de seus nutrientes.

Você costuma incluir vagens em sua dieta? Deixe sua opinião!

Um abraço e até a próxima!

(Visited 8.161 times, 1 visits today)
Share

4 Comments

  1. eu nao como isso nem que me pague

  2. Amo vagem. Gosto muito de consumir ela cozida. É uma aliada na minha dieta. Não deixo faltar nunca mais na minha alimentação.

  3. I actually find it difficult to feel you actually couldnt mention JANGO. com, that i adore hahaha, i know, jango is the best plus they can’t say for sure that Why not consider shuffleer convenient to use google chrome ext that offers which you set of types available and it also trawls by way of weblogs and websites to get fine msuic for you find out about it Problem with virtually all of purchase you actually hear anything genuinely subway you’re screwed. Last. fm features proposed myself so many distinct, beneath dtecteur performers awesome nevertheless I am able to never get whatever else about these performers from websites discussed here. General services are useful so that they’re intended for therefore i cannot harrass any of them. Great info.

  4. tudo que é feito por Deus é perfeito. A vagem é um produto natural (leguminosa). Por isso é maravilhosa para nossa saúde e bem estar.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>