Está preparado?

Share

Se você leu o artigo anterior e sente-se realmente disposto a emagrecer, então pode continuar a leitura dos próximos artigos.

No artigo anterior, ressaltamos a necessidade de querer emagrecer. Mas por que isso é tão importante afinal?

Uma pessoa com determinação e bem disposta corre atrás dos seus objetivos até alcançá-los. Por isso, o primeiro passo é estar determinado a pagar o preço que custará sua mudança de vida. Não estamos falando necessariamente em dinheiro, mas sim em esforço.

Desmistificando os emagrecedores

Antes de lançarmos as cartas na mesa, primeiramente vamos debater sobre um assunto polêmico que muitas pessoas não conhecem bem e muitas vezes são enganadas. Estamos falando dos produtos emagrecedores. Quem já ouviu alguma propaganda na televisão dizendo que tal produto emagrece, ou que queima gorduras. Creio que todos.

Mas afinal, esses produtos emagrecem ou não?

Nesse artigo vamos dividir algumas categorias de produtos e nos próximos trataremos das categorias individualmente e de alguns produtos, pois o assunto é extenso. Após isso, você leitor pode chegar as próprias conclusões e decidir se quer fazer uso ou não de algum desses produtos.

  1. Nutracêuticos: São normalmente alimentos funcionais, que são extraídos de vegetais, crustáceos, ou mesmo peixes. Possuem propriedades benéficas ao organismo humano. Geralmente, esses produtos são disponíveis em cápsulas. Alguns exemplos desses produtos são: quitosana, lecitina de soja, óleo de peixe – ômega 3, espirulina.
  2. Plantas e ervas: Os chás emagrecedores. Muitas pessoas utilizam o chá verde, o chá branco, chá vermelho, chá amarelo, hibiscus, alcachofra, centella asiática, entre vários outros para perder gordura e peso. Sim, as plantas podem ser muito benéficas ao nosso corpo, contanto que usadas corretamente. Entretanto, se consumidas em excesso, ou de forma errada, podem se tornar tóxicas e nocivas, ou no mínimo, não causar o efeito esperado.
  3. Fitoterápicos: São extratos de plantas, como o ginkgo biloba, a centella asiática, a alcachofra, entre várias outras, porém em vez de serem usados para preparo de chás, são extratos concentrados e encapsulados, ou então em forma de tinturas. São normalmente considerados medicamentos e vendidos em farmácias. Os fitoterápicos podem auxiliar no combate a vários tipos de doenças, inclusive a obesidade.
  4. Termogênicos: A indústria dos suplementos os chama de termogênicos porque são compostos, em cápsulas os líquidos, capazes de causar um efeito térmico que aumenta a velocidade metabólica e auxilia na queima de gorduras. São popularmente conhecidos como queimadores de gorduras.

No próximo artigo, uma explanação mais abrangente sobre os nutracêuticos e a quitosana.

Um abraço e até lá!

(Visited 232 times, 1 visits today)
Share

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>