Conheça os nutracêuticos

Share

No último artigo, falamos sobre os quatro principais tipos de produtos emagrecedores, hoje falaremos sobre o primeiro deles: os nutracêuticos.

Os alimentos nutracêuticos fazem parte da medicina natural. São extraídos de alimentos, podendo ser vegetais como a soja, crustáceos como camarão, caranguejo e lagosta, além de peixes; o próprio tomate, a berinjela, cogumelos, e muitos outros alimentos. Desses alimentos são extraídas substâncias benéficas ao nosso organismo. Por exemplo, do tomate, é extraída uma substância chamada licopeno, que é muito importante para a prevenção do câncer de próstata. Do trigo é extraído o gérmen de trigo, substância muito nutritiva e benéfica.

Os alimentos nutracêuticos são assim chamados, por serem nutritivos e terem fins farmacêuticos. São também chamados de alimentos funcionais, pois suas substâncias desempenham importantes funções no corpo humano.

Quitosana

Um dos nutracêuticos muito utilizados como auxiliar nos regimes de emagrecimento é a chamada quiosana. Essa substância é um polissacarídeo extraído do exoesqueleto (carapaça) de alguns crustáceos como o camarão, a lagosta e o caranguejo. É normalmente disponibilizada em cápsulas, bastando somente ingeri-la antes das principais refeições com muita água.

Seu funcionamento é interessante. Ao ingerir as cápsulas, essas derretem a partir das substâncias do estômago e transformam-se em um gel. Essas cápsulas podem inflar de 4 a 8 vezes o seu tamanho. Por preencherem parte do estômago dão sensação de saciedade, ou seja, a pessoa perde parte do apetite não conseguindo comer muito. Com isso, ao decorrer de semanas, a pessoa acaba realmente perdendo peso.

Outro benefício é que a quitosana é altamente eficaz na absorção de gorduras. Pode-se dizer que é uma espécie de bloqueador de gorduras, uma vez que as gorduras são absorvidas ao entrar em contato com o gel formado pela quitosana e não pelo intestino, por isso também auxilia na eliminação de colesterol ruim ou ao menos impedindo que o nível aumente. O gel formado no estômago é solidificado no intestino e, posteriormente, eliminado nas fezes juntamente com as gorduras que foram absorvidas.

O uso da quitosana pode ser realmente eficiente para a perda de peso, entretanto não deve ser utilizado por pessoas alérgicas a crustáceos.

Há variações da quitosana em questão de miligramas. Algumas possuem 250mg, outras 500mg, 600mg. Quanto mais mg em uma cápsula, menos cápsulas são necessárias ingerir por refeição.

Quitosana com espirulina

Muitos laboratórios disponibilizam a quitosana com espirulina. A espirulina é uma alga marinha muito rica em proteínas e nutrientes, sendo que é facilmente digerida, portanto uma boa fonte de aminoácidos para a nutrição celular. Além disso, estudos dizem que a espirulina está relacionada com a liberação de substâncias no cérebro que ajudam a reduzir o apetite. Por isso, pode ser uma boa opção para os que desejam fazer uso desses produtos.

A segunda dica

Muitas pessoas queixam-se ao tomar quitosana que isto prende o intestino. Por isso, para você que tem algum problema desse tipo – como um intestino preguiçoso – a dica é procurar por uma fórmula de quitosana com fibras de laranja, ou então, quitosana com psyllium, que são fibras que ajudam a regularizar o intestino. Também se lembre de sempre beber muita água ao ingerir esse tipo de produto.

É importante saber que somente tomar um produto que auxilia no emagrecimento não é a solução. Isso pode ser um complemento. Seu hábito alimentar deve mudar e atividades físicas regulares são sempre bem-vindas.

Um abraço e até o próximo artigo da série dieta e emagrecimento.

(Visited 932 times, 1 visits today)
Share

1 Comment

  1. muito boas as informações contidas nesta matéria,parabéns .

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>