As qualidades das sementes de girassol

Share

GirassolA flor é de um amarelo vivo, é chamativa, atraente. Vários são os seus tamanhos, e há diversos tipos. As abelhas adoram seu pólen. Quem nunca se deparou com um belo girassol em um campo ou no próprio quintal de casa.

Não são todas as pessoas que sabem, mas o girassol possui uma parte que pode ser consumida por nós, entretanto, ainda trata-se de uma fonte de nutrientes pouco conhecida e cobiçada. Essa fonte alimentar é a semente do girassol. Sim, aquela mesma semente que germina; que dá origem a uma nova planta pode ser utilizada como uma fonte de nutrientes saudáveis e benéficos ao organismo.

Normalmente, as sementes dos girassóis são utilizadas para a fabricação do óleo de girassol. Um tipo de óleo vegetal muito saudável, rico especialmente nos ácidos graxos ômega 6 e ômega 9. O óleo por sua vez é utilizado na culinária, muitas vezes substituindo o óleo de soja nos preparados fritos ou mesmo em saladas.

O que a semente de girassol tem de bom

Essa pequena semente – assim como o gergelim – possui em seu interior muito óleo, ou seja, gordura. Entretanto não se trata de gorduras saturadas ruins, muito pelo contrário, as gorduras presentes na semente girassol são mono e poliinsaturadas, isto é, gorduras benéficas e também necessárias  ao bom funcionamento de nosso organismo.

Além disso, a semente ainda contém fibras e quantidades significativas de potássio, um mineral muito importante que auxilia na prevenção de cãibras. Outros nutrientes presentes na semente de girassol são os minerais: magnésio – que auxilia na boa formação dos ossos -, cobre, fósforo e selênio. Este último age em conjunto com a vitamina E – também presente na semente – auxiliando na proteção das células contra os radicais livres o que ajuda a evitar o envelhecimento precoce.

Atenção para o fato de que a semente de girassol é bastante calórica devido ao alto teor de gorduras. Em uma porção de 50 gramas há cerca de 280 calorias.

Onde encontrar

Normalmente, as casas de produtos naturais vendem as sementes de girassol. São disponibilizadas em dois tipos: a com casca, e a sem casca, chamada de pepita. A semente com casca é geralmente utilizada em receitas, enquanto a sem casca pode-se comer como um gostoso petisco. Lembrando que você pode optar por comprar a semente com a casca e então, descascá-la.

Dicas

Pepitas de GirassolPara aqueles que fazem pão em casa, do tipo integral, experimente acrescentar em sua massa um pouco das sementes de girassol sem casca – pepitas -, pode ainda adicionar aveia e sementes de linhaça. Isso ajuda a torná-lo mais nutritivo.

Outra dica é para os que são fãs de arroz a grega. Pode-se acrescentar as pepitas de girassol quando o prato já estiver pronto, não sendo necessário cozinhá-las. Isso pode dar um sabor extra, além de acrescentar fibras, gorduras e minerais ao seu prato.

Considerações finais

Se você procura algum petisco para se distrair e já se cansou de biscoitos e salgadinhos ricos em gorduras trans e saturadas, experimente a semente de girassol que são muito nutritivas, saudáveis, mas também calóricas, portanto, cuidado para não exagerar na dose.

É interessante observar que na natureza as menores coisas apresentam grandes mistérios e são por vezes curiosas. Assim, a frase popular: “Nos menores frascos se encontram os melhores perfumes” pode ser bem aceita quando se trata de alimentos saudáveis. Basta observar a semente de girassol, o gergelim, as nozes, castanhas, enfim, são vários os pequenos alimentos, com grande poder nutritivo.

(Visited 4.505 times, 1 visits today)
Share

1 Comment

  1. Olá, gostei do site, até assinei a newsletter, mas gostaris de saber como posso utilizar a semente de girassol com casca na alimentação e como posso descascá-la, pois colhi sementes orgãnicas no meu sítio e gostaria de aproveitar.Posso moer a semente com casca e fazer farinha para misturar no pão?Aguardo resposta e agradeço atenção.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>